Minutos


Joice Giacomoni

Minutos passam 
pelas minhas costas
roubam e arrastam,
tantas coisas mortas 
minhas pernas tortas
só por um triz
passam pela porta
de meu nariz
essa cicatriz 
rasgada e feliz 
e meu corpo a ir 
somente aonde eu permitir
aonde eu permitir

Minutos passam 
ninguém se importa
matamos o tempo
ele nos cobra
e a vida agora
procura a resposta
entre o que perdemos
e o que jogamos fora
mas não vou sair 
correndo por aí 
sem saber aonde estou
quem eu sou e nem pra onde ir
pra onde ir

deixe um recado | voltar

Joice Giacomoni

E-mail: icedj@live.com

Pageviews desde agosto de 2020: 421

Site desenvolvido pela Plataforma Online de Formação de Escritores