Justiça


Karen Minatto

E eu penso na justiça, no que realmente é justo nessa vida.

E vejo barbaridades, atrocidades, desrespeito.

Vejo a corrupção, as roubalheiras.

Vejo um mundo nojento, de hipocrisia, falsidade, desleixo e individualismo.

Me entristeço ao ver tanta coisa feia, tanto lixo!

Apesar de tudo, ainda acredito.

Sou eterna sonhadora que vejo no horizonte uma possibilidade, que vejo nas ações dos que não se calam e agem para melhorar um pouco as coisas, um sinal de que não estou só e de que, assim como eu, inúmeros sonhadores existem.

Eu acredito que nada é para sempre e, que se os momentos bons, infelizmente passam, as coisas ruins também um dia terão fim.

E é em meio a essas divagações, que me tomam por inteira quando menos espero, que tento achar uma solução, um resposta, um caminho.

Eterna busca pessoal, intelectual.

De um saber que não sei de onde vem, mas que me deixa cada vez mais sedenta quando o encontro.

Um querer mudar o mundo com o toque das mãos, dos dedos. O que, infelizmente, não passa de utopia da minha parte.

Eu sei, nada muda assim com o simples tocar de dedos, mas, idealizar, lutar, acreditar e, principalmente fazer, é o que realmente tornam as coisas possíveis.

Confesso que, apesar de minha força de vontade e desse otimismo louco que me completa como pessoa, às vezes canso de procurar.

Contudo, quando vejo a verdade e a justiça imperarem, recupero minhas forças para seguir em frente.

E a vida segue.

Meio torta do jeito que é.

E em meio a tantas desilusões, tristezas e derrotas, também nos presenteia com momentos gloriosos, de luta, superação, alegrias e conquistas.

E é em cada momento desses que sou impulsionada a continuar, a buscar, a querer, a fazer e a encontrar.

Tornando tudo isso um eterno caminhar e caminhar e caminhar.

deixe um recado | voltar

Karen Minatto

E-mail: kmeifler_adv@yahoo.com.br

Pageviews desde agosto de 2020: 1237

Site desenvolvido pela Plataforma Online de Formação de Escritores