Esperanças


Lígia Gonçalves

O jeito é abraçar as lágrimas, sorrir às desventuras
Navegar pelas águas da escuridão
Sonhar com os que foram, vivendo novas aventuras
Mesmo que seja somente ilusão

Escrever outra história, a que seria a certa
E esperar que a memória se contente com mentiras
Que as ondas levem tudo de bom e de ruim
Que sobrem apenas falsas esperanças

Lágrimas companheiras, não apenas águas passageiras
Caminhos desconhecidos, coragem que não se alcança
Sorrisos desperdiçados em falsas contentações
Buracos escondidos em pedras montanhosas
Coração desfalecido em verdades de crianças

O jeito é abraçar as lágrimas, sorrir às desventuras
Sonhar com os que foram, vivendo novas aventuras
Que as ondas levem tudo de bom e de ruim
Que sobrem pelo menos as falsas esperanças

voltar

Lígia Gonçalves

E-mail: ligia_goncalves22@hotmail.com

Pageviews desde agosto de 2020: 444

Site desenvolvido pela Plataforma Online de Formação de Escritores