Nunca fui da música alta ou do barulho exagerado. O silêncio e a calmaria me preenchem. São 42 anos tentando encontrar sombras daquela que não fui. Nunca fui das exatas. Não me contento com o óbvio, prefiro a ambiguidade e as inúmeras possibilidades que as humanas proporcionam. Talvez por isso tenha abandonado a Administração para assumir a escritora que habita em mim. Nunca fui santa, mas bastou uma criança nascer de mim para encontrar motivos de ser cada dia melhor. Por ele e para ele sigo escrevendo e editando nossa história, com pitadas de ousadia, sacrifícios e amor infinito.

Textos

> Resenha - Meus Desacontecimentos

> Reflexões para os pais nesse início de ano

> Reset para um novo ano

> Sobre não ter filhos

> Três coisas que não existem mais

ver todos os textos


Livros

Nunca fomos santos
vários autores
crônicas (2023)

A princesa e o cisne
Cris Netto
infantil (2023)

Poesia numa hora dessas?
vários autores
poesia (2021)

Autoficção: contos inspirados em fatos reais
vários autores
contos (2021)

Cris Netto

E-mail: cristiane.snetto@gmail.com

Pageviews desde agosto de 2020: 3656

Site desenvolvido pela Plataforma Online de Formação de Escritores